quarta-feira, 24 de junho de 2015

Limonada (com casca de limão)

Claro que limonada é o sumo mais simples de se fazer, espremer o limão, água, açúcar e está feito! Será que era só eu que a fazia assim?

Desde que conheci a Bimby pela Empresária de Sucesso, que faço a limonada na liquidificadora. Basta colocar "beneficios do limão" no google e são inúmeros os posts que falam sobre isso. Não levo a peito a regra da comida saudável mas ando a tentar equilibrar a minha alimentação.

A receita é muito simples e para quem não conhece este processo fica a dica.

Dois limões dá para 1.5lt ou 2lt, (eu congelo-os para os ter sempre frescos e de vez em quando raspar por cima da comida), cortados aos quartos com a casca, um pouco de água, açúcar, triturar, escorrer e beber.










terça-feira, 16 de junho de 2015

Bicabornato = fermento para bolos

Eu a fazer um bolo e ao telefone com a minha mãe, blablabla... 

- Bolas não tenho farinha com fermento! 
- Então e começas a fazer um bolo sem ver os ingredientes!?? Oh Lúcia Maria... Tens bicarbonato? 
- ???!? 
- Põe!

As mães sabem tudo e têm sempre razão, o bolo cresceu e ficou muito fofinho.


     

A foto é antiga... esqueci-me de tirar e os gulosos "atacaram" imediatamente o bolo, mas ficou mesmo muito fofinho, diria até melhor, vou passar a acrescentar uma colher de café de bicabornato aos meus bolos de farinha com fermento.


Neste bolo a receita era esta e fiz uma cobertura de chocolate muito simples:

1 pacote de natas 
1 tablete de chocolate

Derreter o chocolate com as natas num recipiente, ferver e está pronto.
Decorar com morangos e voilá!


domingo, 14 de junho de 2015

Princesa

A cada dia conto as horas para deixar esta princesa na escola, sei bem o quanto ela vai chorar e sei que hei-de vir para casa a chorar... foram tantas as vezes que deixei a irmã na ama, ela em pranto e eu de coração apertadíssimo a fechar a porta.
A Catarina ficou com a minha avó dos 6 meses até fazer um ano, depois foi para uma ama da minha total confiança, aos 4 anos ficou comigo em casa até ir para a pré-primária aos 5. Não foi fácil, mas temo que com a Victória venha a se pior.





 Um pequeno video de como ela é, esqueçam a minha voz de galinha e concentrem-se na voz doce que ela tem :)




video

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Panquecas

Para o lanche decidi fazer panquecas, há muito que as minhas filhas me pediam e eu dizia que não sabia fazer... ou não me apetecia. O meu marido fazia para nós e eu era só sentar-me a comer.
O problema é que ele seguia uma receita à risca e sujava a cozinha toda.
Decidi ser eu a fazer desta vez.

A receita que utilizei foi esta:




Coloquei tudo num recipiente e mexi com uma varra de arame. Deitei uma pequena porção numa frigideira anti-aderente e o resultado foi um lanche diferente e delicioso (sem sujar quase nada).

Servi com doce de morango feito pela minha mãe, fica delicioso com uma bola de gelado e mais saudável com frutas.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Almofada "Love"

Material:


Uma hora de alguma paciência...


  Resultado:




Não costumo comprar fechos, acho muito dispendioso e quando faço almofadas uso o modelo "envelope". É só tirar lavar e voltar a colocar, mal se nota e poupa-se.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Dicas para renovar o quarto

  Não tenho a mínima noção de quantas vezes já mudei de quarto (só) nesta casa. A verdade é que não me custa nada, é algo que gosto de fazer e quando me sinto farta, se não posso, ou não consigo mudar de vida mudo a casa e começo logo a respirar melhor.



Este quarto tinha imensa humidade, muita mesmo. Este ano parece que finalmente o problema ficou resolvido, mas até aqui todos os ano por esta altura tinhamos de o pintar. Embora não pareça as paredes estão estragadas, e foi com muita massa de tapar fendas que fui conseguindo esconder e disfarçar todos os buracos de salitre.

Desta vez ao trocámos de quarto com a nossa princesa pequenina,decidi arrojar um pouco e comprei um 1 lt deste tom azul mar.
Inspirei-me nos meus brincos e lembrei-me de um tecido que já andava aqui por casa há muito.


Com o tecido forrei uma sanefa que encontrei há dois anos perto da casa da minha sogra, estava impecável, apenas o tom não me dizia nada e por isso forrei-a.
Os cortinados são os mesmos, adoro cortinas brancas, estas são as Vivan e as Lill da Ikea (as mais baratinhas).



O candeeiro... este candeeiro era da avó do meu marido, era em latão dourado com globos de vidro. Usei-o com uns abajoures pretos que encontrei na altura e achei piada. Mais tarde decidi pintá-lo de branco com uma lata de spray e pintei os abajoures de um tom creme com que pintei as paredes da sala. Hoje mantêm-se branco mas os abajoures são em azul, a cor da parede  do quarto.
 E quando me fartar pinto novamente. É muito simples e ganha alguma textura se o fizermos com um pincel.
Antes:

Depois:



A nossa cama já aqui falei nela, é apenas um estrado com pés e uma cabeceira que encontrei também perto de um contentor, assim que a vi telefonei ao meu marido e pedi-lhe para a irmos buscar. Chamou-me logo maluca, mas foi... e gosto imenso dela.
Em relação à altura do estrado sempre achei que era baixa e por isso desta vez coloquei-a na parede com dois camarões e escolhi a altura que me pareceu certa.
Para esconder o espaço em falta, coloquei duas almofadas com o resto do tecido da sanefa, foi mesmo à medida o tecido que sobrava.


 As mesas de cabeceira com pés de palito eram de uma amiga, e pintei-as de branco aqui.





O nosso quarto antes aqui.

Oregãos


Lavar o chão à meia noite e meia com a porta da cozinha aberta, ver chegar o nosso vizinho e receber dois molhos de oregãos para cozinhar e perfumar a cozinha. Ter vizinhos que nos dão ovos, espinafres, cebolas, batatas, e nos tomam conta do cão quando saímos é mesmo bom viver no campo e ter vizinhos assim.




A minha cozinha está cada vez mais parecida a uma cozinha de campo, pelo menos eu identifico-a assim. Gosto da prateleira com as chávenas penduradas, os pratos e até os porquinhos de madeira. Quero ainda acrescentar mais uns pormenores e fica pronto.