sábado, 22 de maio de 2010

Pensamentos de WC


Ainda há quem se dê ao trabalho de escrever numa porta de WC público, enquanto eu vou e quero é sair daquele antro de germes e bactérias, mas não pude deixar de me rir quando li isto:

"Políticos e fraldas devem ser trocados pelo mesmo motivo"

"O importante não é saber, é ter o telefone de quem sabe!"


Não estava assinado, mas acho que deve ser uma pessoa sábia de certeza para afirmar com tanta convicção estas palavras!

Inteligente...

Sabem aquelas coisas que colocamos naquele sítio e pensamos:

- Ah, vou pôr isto aqui para depois guardar, não me posso esquecer...

E depois nunca mais nos lembramos onde foi, e procuramos procuramos em todo o lado e pensamos "Mas onde é que eu enfiei aquilo!!?!??", e continuamos a procurar, a procurar...

Eu sou um bocado assim (acho que é efeito dos comprimidos), "guardei" o cabo USB da máquina fotográfica e  tive 2 dias, (dois!!) á procura, e sabem onde o encontrei?
Em cima do frigorífico...

Eu ainda gostava de saber o que é que me passou pela cabeça para o "guardar" ali?!?

terça-feira, 18 de maio de 2010

domingo, 2 de maio de 2010

Dia da mãe


Eu tenho uma grande mãe!

Lutadora, trabalhadora, linda, rezingona, com o coração sempre perto da boca, com 3 filhos e cheia de dores de cabeça!
É verdade eu também lhe dou algumas... o que me consola é que os meus irmãos são bem piores, ahahahha! Mas tenho muito orgulho na minha Mãe e nem sempre as verdadeiras palavras são ditas... algumas ficam pelos olhares e nem sempre conseguimos expressar o que sentimos de verdade.
Hoje é um dia lamechas mas dou-lhe todo o valor que ela tem, e mais algum por eu ser quem sou.

Eu hoje também sou mãe (quase por milagre!) e quero ser um orgulho para a minha filha como a minha mãe é para mim... e ainda mais um bocadinho !

Tive muitas zangas com a minha mãe, "naquela fase da adolescência!", que não quero ter de maneira nenhuma com a minha filha um dia!!!

Espero estar sempre aqui para ela, e nem imagino como seria se não tivesse a minha mãe, que apesar da distância nunca sinto a falta.

Quero ter tanto orgulho na minha princesa como quero que ela tenha em mim... não estava a espera de ser mãe tão cedo, mas acho que não me tenho saído mal, e ela já é um orgulho enorme para mim!

Obrigado Catarina!