quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Novo up

O bom de ter um blogue é poder olhar para trás e ver o quanto já mudou a nossa casa. Ver a quantidade de vezes que já alterei cada divisão, o que já construímos e destruímos, conseguir diferenciar o que estava bem e o que estava mal. 
Gosto de ler o meu blogue e de vez em quando recordo esta ou aquela divisão, fico admirada dos pormenores que me lembrei desta ou daquela vez. 

Gostei de recordar o meu quarto, no piso de baixo... sim aquele que já foi o escritório, a sala de jantar, o quarto da Vi, e o meu, e depois da Vi, e agora outra vez o meu.


Foi no dia que recebi uma notícia que me deixou nervosa que troquei tudo outra vez. Quando estou nervosa ou irritada (ou nem uma coisa nem outra) apetece-me mudar tudo, trocar tudo até esgotar a minha energia.

Peguei na roupa da cama, e meti-a na casa de banho, fui buscar a roupa da cama da Vi fiz o mesmo. Tirei os cortinados, quadros, os brinquedos coloquei-os nos cestos da roupa e levei tudo para cima. Trouxe as coisas de cima para baixo e andei nisto durante a manhã. Troquei os dois quartos numa manhã (tal é hábito já). 


A minha cama é um estrado de somier, comprei no olx ando completamente viciada e já me custa comprar coisas novas quando encontro ali a preços tão simpáticos. A cabeceira encontrei num contentor e depois de lhe cortar os pés porque já estavam muito estragados, pintei e coloquei-a na altura que eu gosto, um pouco mais alta do que o que seria normal. As mesas de cabeceira também as encontrei no sótão dos pais de uma amiga (tinha uma penteadeira linda, mas como não era muito práctica o jeitoso obrigou-me a dispensá-la e comprou duas cómodas Malm... toda a gente tem as Malm, a penteadeira era única).

Primeiro trouxe o colchão para baixo, ao chegar a meio das escadas virei-o e foi muito simples. Pensei logo "isto é na boa como estrado é só fazer mais força..."
Oh sim! Vim por ali abaixo com o estrado, chego ao fundo das escadas escorrega vai até à porta e ficou ali empancado. Nem para cima nem para baixo. 
Pensei chamar algum vizinho, se esperasse pelo meu marido ia ouvir a missa do galo pelo megafone. Controlei-me, fui lá outra vez cheia de força... nada. Fui beber um café e tirei a foto para enviar a uma amiga que já está habituada a estas coisas comigo.
O meu maior problema ainda era o correio que estava para chegar e tinha uma encomenda para mim, como é que eu lhe ia abrir a porta?!
Fui lá outra vez. Não sei ainda bem como mas consegui.

O quarto foi ficando composto.










O meu problema aqui é sempre a Vi lá em cima e eu cá em baixo, se ela chora de noite eu não a oiço, mas pelo menos ela fica com um quarto grande para brincar com as amigas.
Esta semana é assim para a próxima logo se vê ;)

Os furos da cabeceira e do espelho já estão nos lugares estratégicos, nem preciso de fazer novos furos quer seja num quarto ou noutro.

Quando estava a tirar as últimas fotos a Vi aparece e diz "Espera aí mãe, falta a minha almofada, eu também vou dormir aqui."





Ainda não tenho a máquina fotográfica... as fotos vão sendo tiradas como telemóvel, é o que há, umas ficam melhores outras piores.

O quarto com a penteadeira aqui.
O quarto de casal antes aqui.
A sala de jantar antes aqui.
O quarto da Victória antes aqui.



11 comentários:

Maria João disse...

Imagino a cena. O estrado encaixado sem se mexer e tu furiosa! Se morasse perto tinha ido ajudar-te que essas coisas também me enervam muito e das duas uma, ou desato a rir até recuperar as forças e insistir ou nem paro e só respiro quando consigo o resultado final. Então voltaste para o primeiro andar e a Vi para o rés do chão, se bem entendi. Cá estamos para a próxima!

Anónimo disse...

A sério, gabo-te a paciência! Continua lindo, esteja no 1º andar ou rés do chão :D

(a torcer para que nãos seja cama xxl ,daqui a uns anos tens a coluna em frangalhos :P)

Beijinhos,
Anabela

Michelle Hernandez disse...

Lúcia,
Vou te falar uma coisa,você é ninja.Aquele estrado atravessado,eu tinha picado com faca de pão,só de raiva...Te juro.Ainda mais estressada.
Mas ficou lindo o quarto novo,de novo :)
Besitos e tenha um fim de semana abençoado.

Xi Coração disse...

Adorei o blog, a Simplicidade com que descreve o dia-a-dia! Parabéns! O quarto ficou lindo! Adorei a ideia de fixar uma cabeceira de cama na parede! Penso que vou fazer o mesmo!No entanto ainda a tenho de pintar de branco!!

Bela Dina disse...

Tão mimoso esse quarto!! Adoro!!

Sara disse...

Eu também ador rever os teus posts antigos! :) Fico a imaginar que vives numa mansão com 15 assoalhadas!!! ehehehe

casa de fifia disse...

seu quarto è todo lindo, mas o que me chamou a atenção foi a sua cabeceira, e maravilhosa.
parabéns pela carteira de condução

baci

blog de crochê

manuela carvalho disse...

Fica sempre tudo tão bonito! A Lúcia é uma grande inspiração para quem por aqui passa. Bjinhos

home living for disse...

Não sei o que se anda a passar com o blogger, primeiro não tinha comentários, agora não consigo responder individualmente a cada um e até parece que desapareceu um ultimo post.... Não percebo nada disto! Desculpem.

Agradeço os vossos comentários, a cabeceira de facto é linda e ainda não me consegui fartar dela, parece impossível eheheh!! Problemas de coluna já tenho muitos, daqui a uns aninhos vou andar marreca e nem a bengala me vai valer!
15 assoalhadas não é Sara?? Era bom!! A minha casa é muito pequenina, quando recebemos alguém já tropeçamos uns nos outros, adorava ter uma casa ampla e com espaço para todos à vontade.

Beijinhos

Anónimo disse...

Com o jeito e o bom gosto que tem vai de certeza conseguir modificar as cómodas malm!! Já vi algumas na net bem giras, nem parecem as malm!!

Sandra F.

Ana disse...

Já me ri de ver a cama atravancada no meio do caminho, conheço esse filme,mas só num piso, como te compreendo, por vezes falta a força física mas a força mental dá uma ajuda, por vezes o marido duvida que fiz sozinha, mas fiz, vi que o teu tapi é como o meu, é das camas mais estáveis que conheço, adorei o quadro da cadeira com as flore, beijinhos